Culinária japonesa: sabor e saúde

O sushi vem conquistando muuita gente. Eu amo de paixão e não perco uma oportunidade de ir no Saiko ou pedir uma tele. Para mim, é o melhor do mundo! No Brasil, começou a se popularizar somente a partir da década de 90 e, nos últimos anos, é difícil encontrar pessoas que não se rendam a essas delícias.

Além de saborosa e charmosa, a culinária japonesa é super nutritiva e com poucas calorias, principalmente o sashimi, que é super tradicional. É uma ótima opção para um jantar delicioso e sem consciência pesada por causa das calorias. A base de tudo é o peixe, que dispensa comentários sobre os benefícios nutricionais. o ideal é consumir três vezes por semana! Adoro!

Fui pesquisar um pouco mais sobre a comida japonesa e descobri que o Nori, a folha feita de algas marinhas que envolve o sushi, o temaki e outras peças típicas da comida japonesa, é riquíssima em fibras, vitamina A e ferro. Tem pouquíssima caloria e é um dos grandes responsáveis pela sensação de saciedade!

Dia de Pizza!

Sexta-feira é dia de???? Pizza! A glutona aqui não resiste a esta delícia da culinária. Mas não se preocupem, estou de dieta e só vou comer uma… Quem vai querer um pedaço?

Destino: Praga

Como falei no último post, no início das férias, fui conhecer alguns lugares mais deslumbrantes da Europa e, aos pouquinhos, vou contando por aqui como foi. Gente, sempre que puderem, aproveitem para conhecer outros lugares, outros modos de pensar. Vale cada centavo do investimento.

Viajar é uma delícia! Tem cultura por toda parte, seja conhecendo os pontos históricos e turísticos, seja simplesmente caminhando pelas ruas como se fôssemos nativos. Gastronomia, então, nem se fala! No post de hoje, a cidade de Praga (Praha), capital da República Tcheca, no coração da Europa.

 

O idioma é o Tcheco, uma língua totalmente incompreensível e palavras praticamente impronunciáveis. Por isso, o bom e velho inglês é fundamental.

A maioria das atrações em Praga ficam no Centro Histórico.

 

Num frio quase polar, antes de atravessar as muralhas do Castelo de Praga, na República Tcheca. Com uma arquitetura de tirar o fôlego, ele é o maior castelo do mundo, conforme o Guinnes Book. Foi construído no século IX, quando a cidade foi fundada. Na época, ela era dividida em quatro bairros com governos próprios: Castelo de Praga, bairro Pequeno, bairro Velho e bairro Novo. As muralhas serviam para isolar os territórios, que se unificaram em 1784. Lindo!!!

Ao fundo, a Ponte Carlos que liga a Cidade Velha a Malá Strana (a parte de Praga que mais se manteve no passado. Lindo!

A Ponte Carlos é o monumento mais conhecido de Praga  e está aberta apenas a pedestres. Caminhando por ela, percebemos muitas estátuas de santos, como Santo Agostinho, São Francisco de Assis, entre outros.


Na foto acima, a fascinante praça da Cidade Velha, em Praga, ainda com a decoração de Natal. Lindo mesmo!

 


E claro que a gulosa aqui não iria deixar passar um crepe de chocolate com banana bem típico da Praça da Cidade Velha, em Praga.  O melhor de todos os tempos! Nem pensei nas calorias dessa delícia!

A Catedral de São Vito guarda as jóias da Coroa e o túmulo do Rei Venceslau. Com estilo gótico, a construção é realmente incrível e dá mesmo a sensação de proximidade com Deus. Dizem ser o prédio mais explêndido de Praga e eu concordo!

Eles oferecem uma visita guiada pela Catedral para ver diversas relíquias e obras de arte. Significa passear por mil anos de história.

Quem nunca ouviu falar no Menino Jesus de Praga? É a famosa estátua de Jesus menino venerada na Igreja de Nossa Senhora Vitoriosa. É bem interessante!

Na mesma igreja, tem uma imagem linda da Nossa Senhora Aparecida, a padroeira do Brasil.

É incrível observar essa disciplina e a cerimônia da Troca da Guarda do Castelo de Praga. Ela é feita de hora em hora!


Gente, eles mantêm a concentração mesmo com vários turistas tirando fotos! Eu não conseguiria!

Esta aqui é outra obra incrível de Praga! O Relógio Astronômico – Orloj – foi criado para reproduzir as supostas órbitas do Sol e da Lua ao redor da Terra.

E cada vez que os ponteiros vão marcar uma hora cheia, uma multidão de turistas fica atenta ao espetáculo: aparece a figura da morte, um esqueleto puxa uma corda, uma ampulheta sobe e vira. Então, abrem-se duas janelas e a procissão dos 12 apóstolos que se movem em círculos. No final, um galo canta e o relógio bate a hora.  Bem interessante!

Ele é do século 15! Diz a lenda que quando o relógio foi reconstruído pelo relojoeiro-mestre, os conselheiros temiam tanto que ele recriasse essa obra-prima que o cegaram.

Passeando pelas ruas de Praga, olha que delícia: Pilsner Urquell, a cerveja Tcheca mais conhecida! Muito saborosa mesmo!

E olha que interessante: a palavra pilsner deriva de Pilsen, o nome da cidade onde este tipo de cerveja foi produzido pela primeira vez., lá em 1842. Fica pertinho de Praga. A cerveja é levemente doce e  muito saborosa mesmo!

Tem muitas barraquinhas que vendem comida no centro da cidade. A culinária tcheca é baseada em pratos com carne de porco e de gado, batatas (cozidas ou em forma de bolinho) e arroz. As salsichas também são bastante comuns nas barracas que vendem comida no centro das cidades. Elas são acompanhadas de uma fatia de pão ou dentro do pão (como cachorro-quente), mas é uma salsicha linguiça, muito boa.

Tem também doce muito comum por aqui – “Ceske Trdlo”. Parece uma massa de pão enrolada num cilindro de metal que vai ao fogo. Depois de cozida, a massa recebe uma camada de açúcar e canela. É uma delícia… e na foto, provei o famoso chucrute, bem azedo, mas bom também!

Praga é uma cidade que não é cara, mas também não é barata. O preço das coisas é justo. Os cristais da Boêmia estão entre os melhores do mundo e, em Praga, os preços são sedutores!

Fiz um pequeno resumo da minha visita a Praga. Claro que não escrevi passo a passo, mas fiz um resuminho. O que posso dizer é que Praga é uma das cidades mais lindas que já visitei na vida: é moderna e funcional mesmo sendo medieval. Super charmosa com suas ruelas estreitas e suas edificações coloridas, muito viva e pulsante com muitas lojinhas charmosas, cafés e restaurantes.

Beijos!!

O melhor lugar do mundo!!

Eu amo viajar! Mas voltar para casa, para o cantinho da gente, é tão delicioso também… Depois de alguns dias conhecendo lugares incríveis, paisagens deslumbrantes e, principalmente, curtindo a cultura de outros lugares, percebemos o quanto é gostoso estar entre pessoas amadas. E animais também! Vocês não imaginam a festa que a Suri, a minha amada ursinha, preparou para mim! rsrsrsrs

Vou ficar mais uns dias de férias, agora aqui na nossa amada terrinha gaúcha, aproveitando para descansar e colocar algumas coisinhas em ordem, curtindo o verão (depois das temperaturas baixas da Europa) com as pessoas mais incríveis deste mundo: a minha família amada.

Vou também aproveitar para ir registrando aqui no blog os lugares incríveis que visitei no início das férias. Estou preparando para postar esta semana ainda  um post sobre Praga, uma das cidades mais incríveis que já vi.

Tem bastante gente dizendo que está com saudades de me ver na telinha. E confesso: tenho que me segurar para não ir correndo para o Studio Pampa! Mas, gente, preciso mesmo de um descanso e dar atenção para os amores da minha vida. 2012 foi um ano cheio de realizações, mas intenso… Sabe quando você sente que precisa parar um pouco para colocar as coisas no lugar?

Eu quero agradecer de coração pelo carinho que vocês manifestam e pedir: me aguardem, porque voltarei vitaminada!